Panelas: nossas aliadas no dia a dia

14 dezembro 2018     Acessórios

As panelas são nossas grandes aliadas na cozinha se soubermos fazer a escolha certa.

Caso contrário, uma alternativa ruim pode tornar a nossa experiência na cozinha não somente muito desastrosa, como também complicada.

Elas estão na lista dos utensílios essenciais na cozinha.

Quem nunca usou o utensílio errado e a receita ficou toda grudada na panela? Ou, ao erguer a panela, o peso era tão grande que ficou muito difícil levantar segurando por um único cabo?

Não é à toa que temos uma grande variedade de materiais utilizados na fabricação ou no formato das panelas.

Muito se fala, inclusive, sobre a segurança e a saúde relacionadas ao contato do alimento com a panela, durante o cozimento.

A Anvisa, por exemplo, proibiu a produção de panelas de cobre sem revestimento, uma vez que esse metal é transferido para a comida.

Assim sendo, na hora de escolher as panelas, é muito importante conhecer suas funções e características para termos o melhor sabor nos nossos pratos.

Primeiramente, os prós e contras variam de acordo com as preferências de quem cozinha. Se você quer leveza, vai preferir as panelas de alumínio.

No entanto, se prioriza a resistência aos amassados, vidro ou aço inox são uma ótima escolha.

Além da variedade de materiais e sua relação com a saúde, as panelas são também um utensílio importante na decoração da cozinha.

Quem não quer receber elogios ao servir aquela refeição feita com carinho e tanto capricho e fazer bonito na apresentação? 

A panela Oval Doufeu

Um exemplo disso é a linda panela Oval Doufeu Laranja. A caçarola da francesa Le Creuset, considerada uma das melhores marcas do mundo, é de ferro fundido leve, que garante a longevidade do produto.

Além de linda, é muito versátil, por ser adequada para todas as fontes de calor, incluindo a cerâmica e a indução.

Vai também ao forno e justamente por ser tão linda, pode ser colocada direto à mesa.

Aliás, as caçarolas são realmente as curingas entre as panelas. Elas podem ser de várias alturas e até formatos, mas o que as torna tão polivalentes são as alças laterais.

A caçarola alta com tampa e revestimento cerâmico vital Ibili, por exemplo, tem 20 cm.

É a panela ideal para cozidos e ensopados. Suas alças são resistentes ao peso, fixadas com tecnologia avançada, que não permitem que se soltem e revestidas para isolamento térmico.

Uma outra possibilidade para os cozidos seria a wok. Com origem na China, é muito usada na culinária daquele país. É uma espécie de tacho, com duas alças que facilitam saltear o alimento.

A parte inferior da wok está mais próxima ao calor e permite que os alimentos cozinhem com pouco óleo, já que cozinharão com o calor, na parte superior, como a fantástica Wok para grelhar em churrasqueira.

Panelas da Tramontina e Wok

A panela Paris Vermelha da Tramontina é um show à parte!

Feita em alumínio, tem revestimento interno e externo em Starflon desenhado, um antiaderente, que dá um visual lindo à panela, não permitindo que os alimentos grudem e são super fáceis de lavar!

Também a Wok Energy Silit é com certeza, uma das melhores opções deste tipo de panela.

Possui material Silargan, com efeito antibacteriano, evita o crescimento e propagação de bactérias, tanto ao preparar os pratos, quanto ao servir ou guardar.

Não contém níquel, por isso é ideal para os alérgicos.

Além disso, a peça é confeccionada sem emendas, o que impede o acúmulo de resíduos e infestações de microrganismos. Vai do forno ou fogão direto para refrigerador ou para a mesa.

Panelas de pressão facilitam muito a vida!

Em termos de praticidade, uma das coisas mais importantes, no que diz respeito às panelas, a de pressão é a que mais facilita a vida.

Inventadas no século XVI, para suprir uma demanda de lugares muito altos e frios, onde a água não chegava com facilidade à 100°C, a panela de pressão evoluiu muito e hoje usufruímos de sua maravilhosa tecnologia.

A Tramontina de 6 litros Solar Inox  é um exemplo disso!

Possui fundo triplo (inox, alumínio, inox), podendo ser utilizada em praticamente todos os tipos de fogões.

Tem design clean e moderno, que facilita a higienização. Possui indicador de pressão, permitindo identificar a existência de pressão no interior da panela e também controlá-la.

Da mesma forma que isso ocorre, pode-se observar uma pequena saída de vapor lateral pelo cabo da tampa. Este dispositivo impede a abertura da tampa, enquanto houver pressão no interior da panela.

O fechamento da tampa ocorre com trava de segurança, impedindo que a panela crie pressão, caso não esteja travada. A válvula de segurança é acionada, se houver aumento excessivo de pressão.

A guarnição interna da tampa é feita em silicone, por isso é muito mais resistente.

Já a Panela de Pressão Nigro Etern tem várias cores que realçam o design e beleza da sua cozinha.

Sua espessura de 3,3 milímetros é ultra-resistente.  O fechamento externo com 3 válvulas oferece alta segurança.

Seu revestimento externo é de silicone poliéster e são super fáceis de lavar. 

Chilli Turquesa: em um só kit, sete peças fundamentais

Se você está renovando as suas panelas ou está buscando por um presente mais do que útil, que vai impressionar, aposte no jogo de panelas Chilli Turquesa Brinox.

Em um só kit, você tem 7 peças fundamentais! Duas caçarolas, duas panelas em tamanho ideal para o dia a dia, uma frigideira, um grill e um fervedor.

Possui revestimento interno antiaderente, que não deixa o alimento grudar, mesmo com o uso reduzido de óleo, e que facilita a lavagem.

Os cabos são de baquelite, material que não aquece, tornando o manuseio dos utensílios mais seguro e tampas de vidro temperado, com saída de vapor.

Em conclusão, já que citamos diversos tipos de panelas, suas funções e qualidades, apresentamos três fantásticas receitas que certamente farão grande sucesso com as novas e estilosas aquisições!

Caçarola – Frango com avelãs

Ingredientes

Modo de Preparo

Aqueça uma panela de 5,2 litros, no fogo médio-alto. Adicione o óleo e esquente durante um minuto. Usando uma toalha de papel, seque bem os pedaços de frango. Tempere todos os lados do frango, com 1 1/2 colher de chá de sal. Coloque o frango na panela quente, com o lado da pele para baixo, e cozinhe, por cerca de quatro minutos, até que a pele doure e o frango solte facilmente da panela. Vire o frango e cozinhe o outro lado, por mais 4 minutos, até ficar bem dourado. Transfira o frango para um prato e reserve. Na panela quente, adicione as cenouras, o aipo e a cebola. Refogue, por 3 minutos, mexendo frequentemente com uma colher de pau, até que os vegetais comecem a perfumar e fiquem macios. Junte o licor de avelã e o vinagre balsâmico à panela e cozinhe, raspando todos os pedacinhos marrons que ficam grudados no fundo da panela. Cozinhe, em fogo baixo e fervura branda, por mais 2 minutos, até que o líquido reduza pela metade.

Acrescente o caldo de galinha, as azeitonas, os figos e o orégano. Junte os pedaços de frango aos vegetais com o lado da pele virado para baixo e cozinhe, em fogo baixo, e com a panela tampada, por 30 minutos, virando o frango na metade do tempo. Transfira o frango assado para uma travessa limpa e reserve. Cozinhe o caldo, em fogo baixo, em fervura branda, por cerca de 5 minutos, até reduzir ligeiramente. Despeje o molho sobre o frango e salpique as avelãs e a salsa por cima.

(Fonte: foodnetwork.com.br – Programa Giada na Itália – por Giada De Laurentiis)

 Panela de Pressão – Risoto na Pressão

Ingredientes

Modo de Preparo

Na panela de pressão, com capacidade para 6 litros, aqueça o azeite em fogo baixo. Junte a cebola picadinha e tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto. Enquanto a cebola murcha, rale a cenoura na parte fina no ralador. Mexa a cebola na panela de vez em quando, para não queimar. Quanto ela estiver transparente, junte a cenoura ralada e misture bem. Enquanto a cenoura cozinha um pouquinho, fatie fino o talo de salsão e junte à panela. Coloque o arroz, misture bem e tempere com mais um pouco de sal. Regue com o vinho branco e misture até secar. Junte 4 xícaras (chá) de água, o louro e o cravo-da-Índia. Tampe a panela e aumente o fogo para médio. Quando começar a apitar, conte 3 minutos e desligue. Enquanto isso, prepare a caprese.

Para a Caprese e finalização

Ingredientes

Modo de preparo

Leve uma panela pequena com 2 xícaras (chá) de água ao fogo médio. Numa tábua, corte em metades os tomates e, em seguida, as muçarelas. Reserve. Quando o tempo de cozimento do risoto terminar, desligue o fogo e aguarde o vapor sair completamente para abrir a tampa. Abra a tampa, e misture bem o risoto com uma colher de bambu.

Verifique o ponto e o sabor. Se ainda estiver um pouco cru, ou ressecado, vá acrescentando a água quente e misturando bem. Quando estiver no ponto, acrescente o tomate, a muçarela, as folhas de manjericão e tempere com sal. Mexa bem, junte o parmesão e, se quiser, regue com mais um fio de azeite. Misture novamente e sirva a seguir.

(Fonte: panelinha.com.br – por Rita Lobo)

Wok – Mongolian Beef do P.F Changs

Ingredientes

Modo de preparo

Em uma panela wok, com o óleo de soja bem quente, frite a carne fatiada por 1 minuto, de forma que estejam sempre separadas. Reserve. Agora, com o wok limpo, coloque um pouco de óleo e refogue o alho picado e o gengibre. Misture em seguida o molho de soja, o molho de ostra e o açúcar. Quando começar a ferver, junte a carne fatiada e misture até que ela se caramelize. Por fim, adicione a cebolinha e sirva com arroz branco.

(Fonte: marcelokatsuki.blogfolha.uol.com.br – por Restaurante P.F Changs)

 

 



O que você achou deste post?

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)







Comentários

Mais populares